O que esperar do novo filme do Homem-Aranha

Faltando pouco mais de um mês para o lançamento de Capitão América: Guerra Civil, tivemos o primeiro vislumbre do novo Homem-Aranha no segundo trailer do filme. Mesmo assim, ainda restam muitas dúvidas e perguntas sobre como o personagem se encaixará no Universo Marvel das telonas. Pouco se sabe sobre como a Marvel irá abordar este que é um dos seus maiores heróis. Boatos e rumores não faltam, de tempos em tempos surgem novas notícias sobre o uniforme (ou uniformes), a participação do herói em Guerra Civil, vilões etc. Então resolvemos fazer um apanhado de tudo que já foi dito sobre essa terceira encarnação do Homem-Aranha nos cinemas e, juntando os pedaços, podemos fazer um panorama geral sobre o que está por vir.

aranha5

1. Nada de história de origem

Já vimos o Homem-Aranha nas telonas várias vezes. Pode se afirmar que o grande público está bem familiarizado com o personagem e sua origem. A decisão da Marvel e Sony de pularem essa parte e já nos apresentarem um Aranha estabelecido e em ação faz bastante sentido. É provável que neste início ele seja apenas um moleque brincando de vigilante, o que deve atrair a atenção dos vingadores (e de alguns vilões). Como se passaram apenas cinco anos desde o último reboot do personagem nos cinemas (em Espetacular Homem-Aranha), esta seria, com certeza, a melhor abordagem para trazer apresentar o novo Cabeça de Teia. Espetacular Homem-Aaranha poderia ter se beneficiado se tivesse seguido esse mesmo raciocínio e ido direto aos finalmentes, sem toda aquela enrolação de reintroduzir o personagem e tal. Até porque a versão da história de origem apresentada neste filme ficou bastante confusa (e incompleta). O Homem-Aranha é um herói bem estabelecido e, assim como Batman e Superman, faz parte do imaginário popular (tá, talvez um pouquinho menos do que o Batman, mas tá quase), sendo sua origem bem conhecida pelo grande público, além de ter uma grande base de fãs. Sendo assim, não há necessidade de gastar mais tempo de tela para apresentá-lo e contar sua origem, é possível assumir que os espectadores saibam da aranha radioativa, do tio Ben, e conheçam a famosa frase: “com grandes poderes vêm grandes responsabilidades”.

Apesar disso tudo, pode ser que parte da origem do personagem seja mostrada em flashbacks e não há nada errado nisso. Mostrar Peter sendo picado pela Aranha novamente seria bem tedioso, mas explicar um pouco de sua relação com o seu tio e tia antes de se tornar o Aranha e mostrar como a morte do tio Ben foi a base para o surgimento do Homem-Aranha são pontos chave da história e, talvez, devam ser mostrados.

Próxima página >