Resenha – Demolidor (2ª Temporada)

Já havia visto os sete primeiros episódios desta segunda temporada e após ver os seis restantes agora é possível fazer uma análise completa de uma das coisas mais impressionantes que vi no formato de série. Essa resenha não conterá grandes spoilers, porém há possibilidade de revelações de menor porte, por isso se pretende assistir sem saber de nada é melhor parar por aqui.

A presença do Frank Castle, o Justiceiro, na Cozinha do Inferno nos dá uma dinâmica completamente diferente, sendo o perfeito contraponto para as ações do Demolidor. Frank, motivado por vingança pela morte de sua esposa e filhos, acredita na justiça a qualquer custo, onde os fins justificam os meios, sendo assim ele não hesita em matar os criminosos que cruzam seu caminho. Já Matt Murdock ainda crê que uma vez removida a corrupção o sistema pode funcionar. Ambos atuam como vigilantes, mas com visões bem diferentes de como isso funciona.

demolidor-1

Quem também surge nesta temporada é Elektra. Confesso que não esperava muito da personagem, talvez devido ao trauma causado pelo péssimo filme estrelado por Jennifer Garner em 2005. Mas, fico feliz em dizer que meu receio foi sem qualquer razão. A personagem teve seu passado muito bem explorado e sua relação simbiótica com Matt é perfeitamente retratada, sendo um misto de amor e uma busca por aceitação que parecem encontrar somente aos olhos um do outro.

Outros personagens marcantes na primeira temporada continuam dando as caras, destaque para Foggy Nelson e Karen Page. Foggy passa por diversas provações, ganha confiança e demonstra ser um excelente advogado, mas nesse meio tempo sua relação com Matt é colocada a prova e ambos precisam definir se sua amizade resistirá as revelações da primeira temporada. Karen e Matt se aproximam cada vez mais, sendo ela crucial para diversos acontecimentos e sem dúvida uma das personagens que passam por mais transformações ao longo da série.

Marvel's Daredevil

Dentre os vilões da temporada, o maior se faz presente na organização conhecida como A Mão (The Hand),mais antiga do que muitos países, possuidora de raízes místicas e formada por ninjas altamente treinados, cujos escusos objetivos ameaçam não só a Cozinha do Inferno como a própria ordem mundial.

O elenco continua impecável e temos nas recentes adições ao elenco, Elodie Young (Elektra) e Jon Bernthal (Frank Castle), o que pode ser considerado, até o momento, as versões definitivas de seus personagens em live action. Young traz um ar misterioso e exótico à personagem, trabalhando muito bem as diversas camadas que tornam Elektra numa personagem tão complexa. Já Bernthal conseguiu passar o ar de desespero, violência e insanidade que norteiam a personalidade que Frank Castle melhor do que qualquer um de seus outros intérpretes.

demolidor-3

Outro ponto que é necessário comentar, ainda mais por estar falando de uma série de herói são as cenas de ação. Se na primeira temporada já foram sensacionais, nesta foram ainda mais bem trabalhadas. Tivemos diversas sequências épicas e memoráveis para fã algum colocar defeito. Se você se recorda da cena no corredor, espere que vai ver algo neste nível mais vezes do que poderia imaginar.

Enfim, a segunda temporada desenvolveu mais os personagens antigos, nos apresentou novos, demonstrou as consequências dos ator do Demolidor e amarrou duas histórias distintas de maneira surpreendente, tudo isso sem deixar de pavimentar o caminho para o que está por vir. Devido a tudo isso, em minha humilde opinião, a nova temporada superou a primeira e demonstra que o seriado está no caminho certo para tornar-se uma obra memorável não são para fãs de heróis, mas para todos que gostam de boas histórias como um todo.

 

Ficha Técnica:
Demolidor – 2ª temporada – 2016
Duração: 13 episódios
Gênero: Ação/Crime
Criador: Drew Goddard
Elenco: Charlie Cox, Deborah Ann Woll, Elden Henson, Jon Bernthal, Elodie Young, Rosario Dawson, Scott Glenn, Matt Gerald.

demolidor-4