Grant Morrison confirma trilogia de Mulher Maravilha: Terra Um

Wonder Woman: Earth One Vol. 1 (Mulher Maravilha: Terra Um Volume 1), a graphic novel de Grant Morrison e Yannick Paquette que reconta a origem da Mulher-Maravilha dentro da linha Terra Um da DC Comics, terá duas continuações, segundo o autor Grant Morrison (Patrulha do Destino, Homem Animal) em entrevista ao Publisher’s Weekly;

Morrison diz que atualmente está escrevendo o segundo volume dessa trilogia e que a Rainha Hipólita, a mãe da Mulher-Maravilha e rainha das amazonas, deve ter mais espaço:

 “Ela é a minha preferida. Estou escrevendo o segundo volume e é nela que estou mais interessado”.

“Na verdade eu não tenho nenhum projeto dos sonhos atualmente. Eu já trabalhei com todos os personagens que me intrigavam, com exceção da Mulher-Maravilha. Essa série [de graphic novels] está me empolgando. É um método de narrativa novo, toda uma forma nova de pensar”

Segundo Morrison, o sentido original da princesa Diana de Temíscira se perdeu após seu criador, William Moulton Marston, parar se envolver-se com seus roteiros:

“Ao contrário de Superman ou Batman, sobre os quais outras pessoas pareceram ter a habilidade de escrever sobre o personagem, uma vez que Marston parou, ela perdeu uma espécie de carga. Eu estou convencido de que ela perdeu seu senso de cultura alternativa, culturaqueer, cultura poliamorosa e do feminismo nascente. Ninguém mais conseguiu fazer aquilo novamente.

Quando eu primeiro defini esta abordagem para a Mulher-Maravilha, não havia um debate tão pesado dentro destas questões. Então somente enquanto nos aproximávamos da data de publicação que isso começou a parecer que poderia ser controverso por uma série de diferentes motivos. Eu penso que nós estamos sendo muito fiéis ao original, mas nossa versão é mais prática a respeito das coisas, enquanto que a versão de Marston é mais febril. Eu diria que é uma levada legal, mais cerebral, da sexualidade. É claro que as pessoas irritam-se, mas isto é um sinal de algo que está produzindo um impacto.”

Ao site ComicsBeat, o desenhista Yanick Paquette (que estará na CCXP 2016) confirmou que vai refazer a parceria com o roteirista  que em apenas uma semana, o volume 1 da série chegou ao topo da lista dos álbuns de quadrinhos em capa dura mais vendidos nos EUA, segundo o jornal The New York Times.

Vale mencionar que a editora Panini lançou no Brasil, Batman: Terra Um, Volume 1 (de Geoff Johns e Gary Frank) e Superman: Terra Um, Volume 1 e 2 (J. Michael Straczynski e Shane Davis);

A graphic novel que reconta a origem da super-heroína saiu nos EUA no começo de abril.