[RUMOR] Warner quer o retorno de Daniel Radcliffe em Harry Potter e a Criança Amaldiçoada [ATUALIZADO]

Harry Potter pode estar no caminho de volta para os cinemas.

De acordo com o NY Daily News , a Warner Bros. Pictures, estúdio que produziu a série original de adaptações das obras de J.K. Rowling, quer adquirir os direitos da peça Harry Potter e A Criança Amaldiçoada para novos filmes. O rumor afirma que o interesse da Warner é trazer o ator Daniel Radcliffe de volta para o papel de Harry e transformar a história em uma trilogia. Segundo a publicação, os filmes devem ser lançados a partir de 2020, mas não dá mais informações sobre o assunto.

Radcliffe, por sua vez, quer se distanciar do personagem, embora em mais de uma ocasião tenha declarado que consideraria voltar a encarnar o personagem que o consagrou nas telas.

[ATUALIZADO]: Warner nega que vá adaptar novo livro de J.K.Rowling

O estúdio informou ao site The Huffington Post: 

Harry Potter e a Criança Amaldiçoada é uma peça de teatro. Não há planos para um filme.”

[ATUALIZADO #2]: Daniel Radcliffe não descarta voltar a franquia Harry Potter

Em entrevista ao The Hollywood Reporter, quando perguntado sobre ter a chance de dar vida ao bruxo mais uma vez, Radcliffe disse:

“Eu nunca fecharei essa porta. Seria uma decisão estúpida a se tomar. Mas acho que eu ficaria feliz e seguro o suficiente de deixar outra pessoa fazer esse papel“.

Sobre voltar especificamente para interpretar Harry em Criança Amaldiçoada, que começa 19 anos depois de As Relíquias da Morte, Dan revelou:

“No momento eu sou jovem demais para interpretá-lo. Mas mesmo daqui a dez anos eu me sentiria estranho revivendo o papel“.

O ator chegou a traçar um paralelo com Star Wars

“Há uma parte de mim que sente que algumas coisas merecem ser intocáveis. Se voltássemos a Harry Potter, há uma chance de fazermos o que O Despertar da Força fez em relação à trilogia original. Mas também há uma chance de fazermos o que A Ameaça Fantasma fez. Então não quero voltar a nada e estragar o que as pessoas amam”