HQMIX 2016 revela novidades para próximas edições

Fomos convidados e marcamos presença no prêmio HQMIX 2016 – 28° edição da premiação. Com apresentação de Serginho Groisman, o evento teve a ilustre presença de Maurício de Souza e Ziraldo, e já começou com novidades importantes para as futuras edições.

Com o alto volume na produção de quadrinhos (o mercado segue em crescimento, independentemente da crise que afeta o país), somente no último ano foram mais de 2000 lançamentos, o prêmio não abrangerá mais a universalidade de lançamentos. A partir do ano que vem os participantes deverão se inscrever para participar da votação. Dessa forma, ficará mais fácil para os votantes analisarem o máximo (ou todos) de concorrentes.

Outro anúncio importante foi feito por Ivan Freitas, um dos organizadores da CCXP, que recebeu o prêmio de melhor evento. Ficamos sabendo que este ano teremos mais 400 artistas no Artist’s Alley do evento e recebemos a promessa de que os quadrinhos serão sempre o coração da CCXP.

Por fim, num evento que segue crescendo em importância e escala, tivemos um discurso bastante politizado de alguns dos vencedores. Luiz Gê (ganhador do prêmio de publicação de humor gráfico por “Ah, como era boa a Ditadura…”), Rogério de Campos (ganhador do prêmio de livro teórico por “Imageria”), Laerte (que recebeu o prêmio em nome de Angeli), entre outros publicamente discursaram contra o presidente Michel Temer. A lista completa de vencedores você confere aqui.