Resenha – Trolls!

Trolls, a nova animação da Dreamworks, parece ser uma das apostas para o Oscar de Melhor Música Original.

Apesar de ser uma animação inteiramente pra crianças, podemos encontrar uma inspiração musical da década de 80/90, com músicas pontuais escolhidas a dedo por Justin Timberlake, produtor executivo musical. Logo, nomes como Lionel Richie, Cyndi Lauper, Bonnie Tyler, Gorrilaz entre outros, podem ser encontrados nesta história, porém todas traduzidas para o português.

trolls-trailer-we-did-it-dreamworks

The sound of silence e a música original “Can’t stop the feeling”, porque há grandes chances (quase certo diga-se de passagem) de ela estar na lista de indicados ao Oscar do ano que vem, são as únicas músicas que não sofreram tradução.

Tirando este detalhe em especial, tudo é muito bem feito, inclusive as próprias dublagens. A animação tem referências de Cinderela e a Bela e a Fera, mas a história inclui elementos bem originais como plantas grotestas e a textura própria do desenho, que remete a um veludo para os trolls, e um aspecto de lã para o restante do cenário e roupas dos personagens. Isso talvez facilite a comercialização de produtos relacionados ao desenho, porque eles estão investindo bastante nisso, tendo já associação com marcas de alimentos e um álbum ilustrado que as crianças vão adorar, já que o desenho em si é todo muito colorido.

trolls-official-trailer-3-7

Se puder ver com as vozes originais e consequentemente as músicas também, fica a recomendação, já que, além da voz de Justin Timberlake, você vai ouvir vozes conhecidas, como de Anna Kendrick e Zooey Deschanel. Caso contrário, vá divertir sua criança interior, que às vezes todo mundo precisa de uma dose de animação no corpo e a probabilidade de diversão é alta.

Como se não bastasse todos os pontos positivos, também traz mensagens interessantes como a busca da felicidade, sobre ser fiel aos amigos mesmo em situações adversas e sobre acreditar em si mesmo, ainda que as circunstâncias tenham feito de você uma pessoa rabugenta ou você ache que não consegue fazer algo por ser muito difícil.

trolls-trailer3

Se gosta de animação, ou tem crianças em casa, é diversão na certa para toda família.

A única coisa que eu discordo é que a protagonista fala que a felicidade não é uma coisa que se come. Depende né!