Resenha – Doutor Estranho

Doutor Estranho marca uma importante nova expansão para o universo cinematográfico Marvel. Com Guardiões da Galáxia fomos apresentados ao aspecto cósmico e agora descobrimos a existência de magia neste universo. Portanto, este não é simplesmente um filme de origem para um personagem, mas também de todo um novo conceito dentro de uma realidade já pré-existente.

Com uma missão não tão fácil em mãos e um personagem relativamente desconhecido do grande público, muitos podem pensar que a Marvel enfrentaria grandes problemas com essa adaptação, mas a verdade é que o estúdio passou longe disso.

dr-strange-04

Doutor Stephen Strange (Doutor Estranho na tradução) é um brilhante e arrogante cirurgião que ao sofrer um grave acidente automobilístico perde parte dos movimentos das mãos e tenta de todos os meios possíveis encontrar uma cura para seu problema. Desta forma, Stephen acaba apelando para o misticismo e descobre todo um novo mundo a sua volta.

Scott Derrickson (A Entidade) nos presentou com uma direção competentíssima, sabendo fazer um balanço ideal entre os espetaculares efeitos visuais (muito influenciados por Christopher Nolan em A Origem) e a história do personagem. Entretanto, o humor, mesmo que acerte o alvo na maior parte do tempo, em alguns momentos acaba tirando o espectador de sua imersão no filme.

drstrange-05

Benedict Cumberbatch está simplesmente incrível como Doutor Estranho e mostra que a insistência da Marvel em sua contratação é plenamente justificada. O ator consegue transformar o personagem em seu, tal qual Robert Downey Jr. (Homem de Ferro) e Chris Pratt (Peter Quill) conseguiram já em seus primeiros filmes. Do competente elenco, também merecem destaques Tilda Swinton que, apesar da polêmica sobre a etnia do personagem, mais uma vez nos entrega uma grande performance, e Rachel McAdams, a qual consegue marcar sua presença mesmo com um papel pequeno.

Um evidente ponto fraco fica mais uma vez no vilão, Kaecilius. Conhecemos apenas o básico a seu respeito e sua personalidade nunca é bem explorada. Afinal, já somos apresentados e ele em meio a sua ação. Como atenuante há o fato de dois potenciais futuros vilões já terem sido introduzidos e melhor trabalhados, o que nos leva a crer que os próximos inimigos do Doutor Estranho serão muito mais marcantes.

No fim, o estúdio Marvel consegue fazer o dever de casa e passa com louvor na tarefa de expandir seu universo. O personagem possui material para que mais riscos fossem aceitos, com uma história mais densa e ousada, porém como muitos conceitos ainda necessitavam ser apresentados isso poderia ficar maçante para a audiência. Resta esperar que tais riscos sejam tomados futuramente e que as sequências aprofundem ainda mais a questão das artes místicas.

dr-strange-06

 

Ficha Técnica

Doctor Strange – 2016
Duração: 115 minutos
Gênero: Aventura/Fantasia/Ação
Diretor: Scott Derrickson
Elenco: Benedict Cumberbatch, Rachel McAdams, Tilda Swinton, Chiwetel Ejiofor, Mads Mikkelsen, Benedict Wong e Benjamin Bratt.