Panini trará relançamentos aguardadíssimos em dezembro

A Panini trará relançamentos aguardadíssimos neste mês de dezembro! Segundo as notícias divulgadas pelo Comic Review e Dois Quadrinhos, os encadernados relançados, junto com alguns novos lançamentos serão:

Demolidor por Frank Miller Vol.2 (R$75,00)
Formato: 17 x 26 cm Páginas: 276 / Capa Dura
Formato: 17 x 26 cm
Páginas: 276 / Capa Dura
Elektra Assassina (R$68,00)
Páginas: 268 Formato: 17 x 26 cm Capa Dura
Páginas: 268
Formato: 17 x 26 cm
Capa Dura
O Evangelho Segundo Lobo (R$64,00)
Páginas: 212 Formato: 17 x 26 cm / Capa Dura
Páginas: 212
Formato: 17 x 26 cm / Capa Dura
Ronin (R$92,00)
Páginas: 340 Formato: 18,5 x 27,5 cm / Capa Dura
Páginas: 340
Formato: 18,5 x 27,5 cm / Capa Dura
Batman Ano Um (R$40,00)
Formato: 17 x 26 cm Páginas: 148 / Capa Dura
Formato: 17 x 26 cm
Páginas: 148 / Capa Dura
Batman Cavaleiro das Trevas Edição Definitiva (R$94,00)
Formato: 28 x 19,2 Páginas: 516 / Capa Dura
Formato: 28 x 19,2
Páginas: 516 / Capa Dura
Liga da Justiça – Trono da Atlântida (R$75,00)
Formato: 17 x 26 cm Páginas: 276 / Capa Dura
Formato: 17 x 26 cm
Páginas: 276 / Capa Dura
Sandman Edição Definitiva Vol.1 (R$145,00)
Formato: 17 x 26 cm Páginas: 148 / Capa Dura
Formato: 17 x 26 cm
Páginas: 148 / Capa Dura
Demolidor por Frank Miller Vol.1 (R$92,00)
demolidor-frank-miller
Formato: 26,6 x 17,6 cm Páginas: 336 / Capa Dura
Guerras Secretas Encadernado (R$84,00)
guerras-secretas
Formato: 17 x 26 cm Páginas: 369 / Capa Dura
O Segredo da Floresta (R$29,90)
Formato: 17 x 26 cm Páginas: 84 / Capa Cartão
Formato: 17 x 26 cm
Páginas: 84 / Capa Cartão

 

GRAPHIC MSP Astronauta: A Simetria (R$34,90)
Capa Dura e Capa Cartão

As informações foram obtidas a partir de lista disponibilizada para lojistas.

  • Homem Simpson

    Informação pela metade é, realmente, considerada informação relevante?
    Dar o nome e o preço somente, sem quaisquer outros detalhes dos lançamentos, foi dureza, hein?

    • Sérgio Henrique de Araújo

      Poxa, acho que citar que obras esperadas a tanto tempo, por tanta gente, serão relançadas e confirmar os preços das novas versões é informação relevante. Além disso, complementamos falando sobre formato, número de páginas e capa.

      De qualquer forma, qualquer crítica é bem-vinda e procuraremos melhorar. Mas, a época da notícia não havia ainda tais informações. O que podemos prometer é que vamos manter a matéria ativa indicando novas informações e atualizando.

      • Homem Simpson

        Isso é bom. Pressionar as editoras para trabalharem com transparência é defender a Democracia. A Panini, por exemplo, é senhora das informações equivocadas e afirmações ilusórias. A última vez que vi isso, que me recordo, foi numa entrevista em video para um site especializado, feita por um editor dela, dizendo que a republicação de Terra X estava confirmada para Julho de 2016. Advinhe se isso virou realidade…

        • Levi Trindade

          Olá, “Homer”. Seus comentários são pertinentes, mas, infelizmente, não foi possível trazer Terra X (dentre outros, diga-se de passagem) por conta do panorama econômico crítico que o país está vivendo. Com mais de 12 milhões de desempregados, ficou inviável lançar alguns produtos, pois talvez não houvesse tantos compradores para eles, e dado o alto custo de produção, isso poderia significar um grande problema pra Panini. No entanto, tais materiais foram remanejados para 2017, agora que, apesar da economia ainda estar estagnada, existem evidências de que o país se recuperará dentro de alguns anos e a performance econômica ter dado um pequeno salto na via da recuperação.
          Quando programamos Terra X e mais algumas republicações pra este ano, não eram produtos que havíamos planejado ter em 2016, mas víamos como uma oportunidade comercial. Logo, não era algo obrigatório pra lançarmos, do ponto de vista empresarial, somente.
          Entretanto, haja vista a situação da economia, decidimos postergar o lançamento para 2017 e deixamos isso claro em algumas entrevistas que concedemos recentemente.
          Espero que possamos contar com sua compreensão.

          Um abraço,

          Levi Trindade
          Panini Comics

          • Homem Simpson

            Vou frisar aqui um ponto bem específico da resposta do Levi Trindade: “Quando programamos Terra X e mais algumas republicações pra este ano, não eram produtos que havíamos planejado ter em 2016”.

            Ao invés de contradizê-lo com palavras, Levi, eu respeitosamente colocarei aqui o link de entrevista que o Sr. deu, em junho último, afirmando estar PLANEJADO o relançamento de Terra X, dentre outros, para o segundo semestre de 2016 – https://comicreviewweb.wordpress.com/2016/06/13/relacamentos-da-editora-panini-para-2016/. Quero enfatizar o trecho no qual é dito que a republicação de Terra X estaria atendendo a inúmeros pedidos, o que põe em xeque a ideia de que esse seria um produto de pouco apelo comercial.

            Com todo o respeito, Levi, mas, quando digo que há pouca transparência nas decisões de sua editora é exatamente a contradições como essa que me refiro. Ademais, a falta de cumprimento com a palavra empenhada tem mostrado que a Panini Comics Brasil é tão verdadeira quanto uma nota de R$ 3,00.

          • Levi Trindade

            Olá, “Homer”, Não é necessário me lembrar disso, pois eu sei o que falei. E volto a afirmar: quando fizemos o planejamento para 2016, Terra X não havia sido considerada. Nem Entre A Foice e O Martelo, nem Demolidor: Homem Sem Medo, entre outros.
            Porém, ao monitorarmos nossas redes sociais e nosso atendimento no decorrer do primeiro quadrimestre, começamos a discutir internamente que seria uma boa oportunidade se relançássemos esses materiais. Chegamos a começar os trâmites de orçamento, produção e divulgação, lançando vídeos a respeito. Daí, tudo se tornou inviável para este ano devido ao alto custo gráfico (já que o dólar pauta o custo do papel no Brasil e todas as gráficas aumentaram consideravelmente os valores), soou o alerta interno de que essa empreitada não seria tão vantajosa para a empresa, já que como eram produtos que não estavam planejados anteriormente, acabaríamos tendo de sacrificar outros produtos que estavam planejados desde 2015.
            Sendo assim, como não havia nenhuma necessidade urgente de lançar esses materiais, decidiu-se por transferi-los para 2017, quando os adequamos ao plano comercial, agora, sim, totalmente incorporados ao budget.
            São decisões comerciais e financeiras que toda empresa é obrigada a fazer.
            Lógico que gostaríamos de lançá-los este ano. Mas não era obrigatório.
            E quem quer comprar esses livros, ainda poderá comprá-los no ano que vem, não?

            Abraços,

            Levi Trindade
            Panini Comics

          • Sérgio Henrique de Araújo

            Oi Levi,

            Grato pelos comentários aqui no site e esclarecimentos sobre a agenda de lançamentos.

            Acho que por mais que alguns consumidores tenham queixas, algo natural e que no fim das contas só impulsiona a editora para frente, é importante ressaltar que vocês da Panini (a JBC tem começado a fazer isso também) colocam a cara a tapa ao estar sempre tentando fazer anúncios ao público e tentar conciliar lançamentos desejados pelos fãs com a própria agenda já planejada inicialmente.

            Até é compreensível o clamor por certos materiais, visto que quando esgotam surgem os chamados “mercenários livres” (aquela galera que compra para revender pelo triplo do preço do Mercado Livre), porém acompanhando o volume de lançamentos é mais do que compreensível que existam certos atrasos.

            Abs

          • Levi Trindade

            Eu que agradeço pelo espaço, Sérgio.
            Existem coisas que fogem ao nosso controle e a questão econômica foi uma delas. Apesar de não termos tido arroubos de megalomania, as contas precisam ficar equilibradas, pois temos de preservar os empregos de todos os funcionários e os colaboradores que trabalham na cadeia de processos.
            Nós sabemos que Terra X tem apelo comercial, mas quantas vendas esse produto (e outros semelhantes) tirariam de livros e encadernados que precisamos vender e que já estavam no planejamento antes de considerarmos o relançamento dele?
            É isso que precisamos considerar. E foi o que a Panini fez. Por mais que quiséssemos vendê-lo este ano, ficou matematicamente provado que o impacto poderia ser negativo pro negócio como um todo, dados os resultados que começamos a receber no decorrer do ano.
            Repetindo: Terra X não estava nos planos, mas acabou incorporada quando, após nossa monitoração, constatou-se que era uma ótima oportunidade comercial. Porém, não havia nenhum outro gancho comercial (como a vinda de um autor pra um evento, por exemplo) que daria um empuxo enorme nas vendas. E como já tínhamos toda uma grade de lançamentos planejada pro ano, ficou decidido que seria melhor alocar no planejamento de 2017. O que foi feito. Então, sim, em 2017 teremos Terra X.
            Mas esse e outros anúncios serão feitos na CCXP, na sexta-feira, num painel às 16h30, no Auditório Prime.
            Abração,
            Levi Trindade
            Panini Comics

          • Homem Simpson

            Ok, Levi Trindade e Sérgio Henrique de Araújo, obrigado pelas respostas.
            Como muitos outros, permanecerei atento e continuarei a cobrança. Aguardem.

        • Sérgio Henrique de Araújo

          Fala Homer!

          Como eu comentei ali pro Levi. Acho que você está correto em pressionar, até mesmo para indicar que preza pela qualidade e fazer coro ao restante do pessoal que quer ver certos relançamentos chegando às prateleiras, com certeza isso servirá como indicativo num futuro próximo.

          Mas, é preciso reconhecer que não foi um ano fácil para a maioria dos brasileiros e mesmo assim a Panini (junto com algumas outras editoras) manteve um volume de lançamento altíssimo e o editor está aqui explicando a situação de vários títulos esperados.

          Em outros tempos, essa troca não seria nem cogitada e inclusive hoje ainda temos editoras que não respondem ao público e nem mesmo a imprensa.

          Agora, é ir preparando o orçamento para os títulos esperados que chegam na CCXP e em 2017. E, se for caso ficaremos em cima para cobrar.

          Abs!