Resenha – Rumo Ao Renascimento: Batman Do Futuro: Choque De Identidade

“A Guerra Acabou …… É Hora De Reconstruir”

O escritor Dan Jurgens e o artista Bernard Chang levam ao mundo da clássica série animada de Batman Do Futuro em uma nova direção rumo ao Renascimento. “Batman Do Futuro: Choque De Identidade”, publicado pela editora Panini no final de março, contendo os números 12 ao 16 da série mensal de Batman Do Futuro em papel lwc, concluindo o título dos Novos 52 do morcego futurístico com uma excelente introdução do personagem ao universo em quadrinhos regular da DC e da cronologia atual da Batfamilia sem deixar pontas soltas no decorrer da trama.

Quando Terry McGinnis morreu em uma missão no passado tentando impedir os ataques terrorista do Irmão Olho mostrados na saga “O Fim dos Futuros”, Tim Drake, o ex-Robin Vermelho, foi levado para um futuro desconhecido para assumir o seu manto durante os eventos da “Convergência”. Agora, orientada pela comissária Barbara Gordon, Tim retomou onde Terry parou nesta futurista cidade de Gotham e isso inclui levar o irmãozinho de Terry, Matt McGinnis, para a Batfamilia.

Enquanto Tim se acostuma com a nova vida sob o manto do morcego voando pelo céu de Neo Gotham, surge o vilão Elétrico, roubando baterias de energia alegando ser para sua sobrevivência, porem o homem conhecido por usar esse traje, Davis Dusk, foi encontrado morto semanas antes, deixando a identidade deste criminoso um mistério. Enquanto Tim, Barbara e Matt tentam desvendar esse mistério, os segredos sobre o passado do Batman desse universo vão sendo revelados preparando o terreno para a próxima e surpreendente evolução do Batman do futuro.

Dan Jurgens conhecido tanto pela morte do Homem de Aço quanto pelos últimos títulos da Superfamília, mantem seu excelente trabalho no comando da história, fazendo uma ponte perfeita entre o velho e o novo, abrindo um novo caminho para as histórias que viriam a seguir, deixando algumas pontas soltas para serem respondidas durante o Renascimento.

Apenas Jurgens para escrever uma história tão orgânica e familiar, capturando tanto o reaparecimento de Drake como Batman quanto trazer de volta para McGinnis quando ele costumava treinar com o velho ranzinza do Bruce Wayne, como era mostrado no desenho animado.

O fato de sermos capazes de analisar as reações de Bruce em relação a McGinnis e fazer nossas próprias suposições de porque ele está tratando com tanto desrespeito dando um ar misterioso de que há algo está vindo, e que provavelmente vai nos assombrar no futuro não tão distante.

A arte é desse arco é dividida entre os desenhistas Philip Tan, Bernard Chang e Stephen Thompson, apesar das diferenças bruscas entre os traços em cada capitulo, o roteiro é tão cativante e nostálgico que esse detalhe se torna imperceptível ao leitor. Apesar de pessoalmente gostar mais de Bernard Chang, com seu traço mais próximo dos vistos nos desenhos da Warner na época, Thompson foi o que mais me surpreendeu, com suas ótimas expressões faciais, deixando explicito as frustações de cada personagem, em especial a de Tim Drake, que não aguentava mais se sentir como uma peça de xadrez sendo manipulado por outra pessoa o tempo todo.

“Batman Do Futuro: Choque De Identidade”, é um excelente começo para quem está curioso e quer começar a acompanhar o universo de quadrinhos da DC Comics a partir do Renascimento, recontando a história de origem do elenco dessa excelente e nostálgica serie amada por muitos que passava nas manhas na televisão.

Hyader Oliveira

Estudante de Jornalismo e criador do Blog "Tocah Do Coruja", viciado em escrever sobre quadrinhos, cinema e desenhos animados. Por ser um aficionado por esse universo fantástico desde antes de aprender a ler e escrever, sempre quis saber mais sobre meus heróis favoritos garimpando de blog em blog informações e conceitos relacionados a esse universo.